[ editar artigo]

A Forma de se comunicar mudou? E agora o que fazer?

A Forma de se comunicar mudou? E agora o que fazer?

Antigamente os reis quando precisavam tomar decisões importantes para seu reinado, eles pediam conselhos para seus sábios. Imagine como seria o rei convocar os sábios para uma reunião?

O rei mandaria um whatsApp convidando os sábios para fazer um hackathon em torno da távola redonda.

A Internet mudou a forma das pessoas se comunicarem. Antes enviávamos uma carta, hoje a mensagem pode ser por e-mail, mensagem de texto (SMS) ou por aplicativos como Telegram e WhatsApp.

Com a avanço da tecnologia, inovação, as mídias sociais são de extrema importância tanto para as empresas como para os profissionais.

Já não estamos mais na era do conhecimento e sim na era das conexões. Por exemplo, quem busca por uma oportunidade de trabalho, não adianta ter um perfil perfeito no LinkedIn, sendo que outra plataforma faz comentários ácidos, fala mal da empresa que trabalhou, do ex-chefe, “achando” que ninguém irá saber.

Um grande exemplo que tivemos foi na copa da Rússia, onde algumas pessoas estavam curtindo as férias, mas, acabaram se metendo em uma grande confusão e foram desligados de seus empregos.

Somos seres únicos, independentemente da rede social que estamos e principalmente no mundo real também.

Falando em Networking 4.0, relacionamento assertivo e tendo o mindset que somos uma marca, qual é a experiência que o cliente tem com você no mundo online (rede social) e na loja física (falando pessoalmente com você)?

Construir uma marca leva tempo, mas, por uma fração de segundos uma resposta meio “torta” em um post, pode colocar a perder o seu trabalho de anos.

Ah detalhe, hoje existe o rastro digital. Se alguém der um print e guardar seu post, sorry, ele será eterno mesmo que você o apague. Também temos exemplos de youtubers que perderam patrocínios justamente por um comentário no estilo “não era bem isso que eu quis dizer”.

Isso sem falar da fake news que correm ou melhor voam na velocidade da luz, vídeos virais, e lhe pergunto como você tem se comportado nesse novo mundo?

Informações saem pelo ladrão, hoje o boca-a-boca a famosa indicação agora é “tecla a tecla”, ou na “boca digital”. Ouvimos muito “deixe seu comentário aqui”, “curta”, “compartilhe”, não é mesmo? Tudo é uma questão de aumentar o alcance de uma marca.

Cada vez mais as pessoas buscam se relacionar com quem comunica seu propósito, são autênticos e verdadeiros. Aquele modelo de personagem de novela perfeito, vem perdendo espaço a cada dia que passa. Fora que todos podem criar conteúdo com seu smartphone de onde estiverem.

Tecnologia é uma grande aliada, já não temos mais dúvidas. Mas, lembre-se que nos relacionamos com pessoas, que merecem atenção, respeito, gentileza. Ah, tudo bem que as vezes falamos com alguns bots que são “bem-educados” não é mesmo? (risos).

Quando for postar algo pense duas vezes, pois no futuro determinada empresa pode vir a ser seu cliente.

Eu recomendo a respirar Networking, inspirar e não apenas praticar. Porque praticar escolhemos se queremos ou não fazer, agora respirar é algo involuntário e que fazemos sem perceber.

Leila Duarte

Founder da Novo Elo, Consultora, Palestrante, Mentoring. 

Clube GBG Curitiba
Leila de Oliveira Duarte
Leila de Oliveira Duarte Seguir

Atuo como Consultora, Palestrante, Mentoring, Colunista. Abordo temas como: RH 4.0, Networking 4.0 (Netweaving); LinkedIn, Reputação Digital, Resolvendo com Bom Humor, Inovação

Ler matéria completa
Indicados para você